O socialismo nacional alemão

A essência do Socialismo alemão foi em se preocupar com os pobres. O capitalismo americano estava estagnado, corroendo a maior parte dos países no mundo e principalmente com a Alemanha por causa do tratado de versalhês, e assim degradando o país germânico. Os cidadãos alemães estavam sem emprego e na extrema pobreza, o caos social e a corrupção pairava sob esse país em frangalhos. De repente chega um homem à Alemanha, Adolf Hitler. Um homem idealista, muito a frente do seu tempo, eleito pelo povo, chegando ao poder e já executando as devidas mudanças e, com isso rasgando de vez com o tratado. O Fuher garantiu a independência econômica para o país, apoiou as indústrias privadas nacionais e estatais, garantiu exploração e produção de recursos, obras públicas que fez gerar empregos, pois o Fuher se preocupava com os desempregados. Criou um espaço para o desenvolvimento da juventude alemã, a famosa campanha antitabagismo e o estatuto em defesa dos animais. Por isso o socialismo! O nacionalismo alemão garantiu o orgulho dos cidadãos alemães, incentivou-os a trabalhar e a lutar pela vossa pátria. O racialismo alemão nunca foi racista, tão pouco menosprezava todas as raças que não fossem germânicas. O racialismo idealizado pelos nacional-socialistas, tinha como o intuito de rever os valores de vossa própria raça, preservar o legado deixado por seus antepassados e queria com que os demais povos fizessem o mesmo.

#Tarcísio

photo_2017-07-07_23-23-52

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s